segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Bolachinhas caseiras de chocolate

(Antes de mais , quero agradecer à Luísa pela atenção que teve quando esta mensagem foi publicada de manhã e me desarrumou o cantinho todo.
Ela teve o cuidado de me enviar um e'mail a dizer o que se estava a passar.
Refiz a mensagem e vamos ver se desta a coisa vai.
Mais uma vez, Luísa muito obrigado.)

Sempre que me é possível tento mimar e surpreender a minha filha, acho que todas as mães são assim, mas eu tento sempre superar as expectativas dela.

Tive alguns problemas para engravidar e entre tratamentos hormonais, pressões no meu último trabalho, com horários de trabalho que não lembram a ninguém, e a morte do meu sogro, foi uma fase muito complicada da nossa vida de casal, mas como sempre, depois da tempestade vem a bonança. e acabei por conseguir engravidar.Passei os dois primeiros trimestres da gravidez alegre, feliz e saltitante, hehehe.O último trimestre foi um pouco mais complicado, devido à pressão e ritmo de trabalho, pelo que tive algumas complicações e acabei por fazer os últimos dois meses de gravidez em repouso absoluto, em casa e na maternidade, mas tudo se resolveu.

Embora saiba que há pessoas em situações bem piores do que a minha, acredito que pelo que eu passei me faz apreciar melhor a vida que agora levo.

E porque a conversa já vai longa, isto tudo para dizer que de vez em quando faço umas surpresas à minha filhota, desde aparecer na creche sem ela estar a contar, a levar bombons aos meninos, ou como neste dia, umas bolachinhas caseiras.

Ela depois veio toda contente no dia seguinte dizer que as coleguitas dela disseram que a mãe dela é fixe e simpática e.... ela fica toda contente e eu toda babada.

Enfim faço tudo para a ver sorrir, sem nunca descurar a educação e o respeito claro está.

Mas vamos lá à receitinha das bolachas que isso é que interessa



Tirei-a do blog da Luísa e como não tenho Bimby, buá buá buá, fiz a massa no robot.


Fiz pequenas alterações, deixo a receita como a fiz.


Ingredientes:

100g de Margarina
50g de Açúcar
15g de Cacau (usei nesquik)
125g de Farinha
1 colher de chá de Fermento em pó


Preparação:


Juntar a margarina e o açúcar e bater até ficar um creme esbranquiçado.Acrescentar o cacau, bater até estar bem incorporado e adicionar a farinha misturada com o fermento. Bater muito bem.

Colocar pequenas porções no dispára-biscoitos e fazer as bolachinhas para um tapete de silicone.

Leva-se a forno pré-aquecido a 190º durante 15 minutos.




Retiram-se e podem-se polvilhar com cacau ou açúcar em pó (eu saltei essa parte, mas fica a sugestão.
Depois é só enfiar-se no carro com as bolachinhas e seguir para a escolinha.
Atenção, deve-se comer algumas pelo caminho. hehehe, esta parte eu não saltei e fui petiscando pelo caminho, o que me vale é que não é muito longe...

11 comentários:

  1. Que sorte tem os "piquininos" em ter uma amiga que dá miminho.
    Bjs e boa semana

    ResponderEliminar
  2. Agora sim, com tudo como deve ser!!!!!

    Os biscoitos estão fantásticos, e feitos com tanto Amor ainda mais valor têem.
    Quando o meu filho mais velho nasceu tive pré-eclampsia. Ficámos os dois internados nos cuidados intensivos vários dias, com visitas restringidas e com diagnóstico bastante reservado. Desde esse dia comecei a encarar as coisas de outra maneira. A dar mais valor aos pequenos gestos, e principalmente a quem nos rodeia.
    Sempre que posso mimo os meus filhos, com tudo o que eu posso e com tudo o que têem direito, pois se sempre depender de mim nunca nada lhes há-de faltar, principalmente amor e atenção.
    Uns simples biscoitos também são uma demonstração de amor e atenção, pois são feitos a pensar neles!

    Parabéns pelos biscoitos, e parabéns por todo o Amor que tens para dar!

    ResponderEliminar
  3. Hummmmmmmm
    que maravilha, também quero...
    Jinhos fofos

    ResponderEliminar
  4. Eu desenvolvi todos os factores, desde a presença das albuminas na urina,que segundo o meu médico foram uma reacção do meu organismo ao stress que eu estava sujeita, mas que através da alimentação foi-se controlando, depois comecei com episódios de hipertensão, foi quando o médico me colocou de repouso absoluto em casa.

    Na última semana de gestação os episódios passaram a ser diários e tive mesmo que ser internada para controlo da tensão através dos medicamentos.

    Mas enfim, depois de muitos dias que nunca mais acabavam naquela maternidade a filhota deu o ar da sua graça e decidiu nascer, sem complicações de maior.

    ResponderEliminar
  5. Minha querida, podes não ter bimby, mas está um primor de bolachinhas. Beijinhos oeces

    ResponderEliminar
  6. Eh Eh Eh miga, nem combinado!! ;)
    As tuas bolachinhas estão cá com um aspecto!!! Deviam estar mesmo muito boas!!
    Beijoquitas linda!

    ResponderEliminar
  7. quem nao gosta de mimar os filhotes e eles agradecem:-)
    estão uma maravilha estes cookies
    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. qual o tempo de validade das bolachinhas caseira?

    ResponderEliminar
  9. Cá em casa guardo as bolachinhas num frasco hermético, daqueles que têm uma estrutura de arame na tampa e uma borracha.
    O normal é serem comidos em dois ou três dias, no máximo uma semana até porque nunca faço grandes quantidades para ficarem em casa, até porque o giro doas bolachinhas é poder variar.
    Por isso sei que elas se aguentam muito bem no mínimo uma semana, mas tenho visto em vários blogs a dizerem que se aguentam duas semanas.
    Espero ter sido útil.

    ResponderEliminar